O advogado Marco Aurélio Carvalho, coordenador do Grupo Prerrogativas, escreveu sobre a nova reportagem do DCM sobre os diálogos de procuradores da Lava Jato.

LEIA MAIS:

1 – DCM Café da Manhã: EUA articulam uma Lava Jato internacional para deter Lula, outra vez

2 – Essencial do DCM: Agora vai: Moro se filiará ao Podemos; Bolsonaro chama John Kerry de Jim Carrey. Sério

3 – Economia brasileira: passado, presente e futuro

O que diz Marco Aurélio de Carvalho sobre as delações forjadas?

Merece aplauso e reconhecimento o belíssimo trabalho de jornalismo investigativo que o DCM vem realizando.

Viva a mídia independente!

As denúncias de hoje, gravíssimas, não podem esbarrar no corporativismo cego e nefasto do Conselho Nacional do Ministério Público. Precisam ser averiguadas com prioridade e com urgência.

A indústria de delações forjadas , a serviço de um projeto político e eleitoral, destruiu muito mais do que reputações.

Deixou no país um rastro de pobreza e de miséria. Perdemos quase 5 milhões de postos de trabalho e mais de 170 bilhões em investimentos.

Estima-se, também, que deixamos de recolher mais de 50 bilhões de reais em impostos. Triste e revoltante.

A desestruturação encomendada de setores da nossa indústria nacional ( construção civil, indústria naval e petróleo e gás) precisa ser objeto de uma profunda investigação. Com as consequentes responsabilizações…

A sociedade brasileira precisa enfrentar a vulgarização deste instituto que mergulhou nosso sistema de justiça em uma crise sem precedentes…

Estes procuradores desonraram a nobre função que abraçaram.

Merecem uma punição exemplar e pedagógica!!!

Se o CNMP funcionasse tal como devia, estes procuradores já teriam sido demitidos a bem do serviço público.

O Brasil foi palco do maior escândalo de um sistema de justiça de que se tem notícia em uma Democracia Moderna.

Precisamos de respostas firmes e contundentes para reacreditar nossas instituições.

Para grande ironia, o juiz que coordenou os trabalhos da Força tarefa quer, hoje, se candidatar para presidir o país.

O país que ajudou a chegar a esta sofrida realidade de pobreza, de miséria e de lamento por inacreditáveis mais de 600 mil mortes por Covid.

O bolsonarismo é filho legítimo do lavajatismo!

Esta turma sujou as mãos de sangue…

Artigo publicado originalmente no DCM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s