Valores civilizatórios e a ignomínia oficial

“A maior inflação nacional é a estupidez”. A frase, atribuída ao crítico literário Alceu Amoroso Lima, ilustra o vasto repertório dos “obtusos de plantão” pelo país afora. Palavras malditas e atos infelizes sempre inspiraram os cronistas. Um deles, Sérgio Porto, em 1966, publicou “Festival de Besteira que Assola o País”. Era o primeiro de uma série de três livros do cronista que assinava textos sob a rubrica Stanislaw Ponte Preta. (mais…)

Guerra virtual: o tropeço das palavras e as leis, analisa Marco Aurélio de Carvalho

A consolidação das redes sociais e dos aplicativos, com destaque para o WhatsApp, engendrou uma troca de informações mais ágil, informal e interativa. Neste novo mundo, em contrapartida, há explosão de conteúdos de ódio, disparo de mentiras por milícias digitais, linchamentos verbais e ofensas de todos os gêneros e espécies. (mais…)